Cartografias Inquietas – 2019

No ano de 2017 o Coletivo A Cidade Que Queremos promoveu a primeira edição do Cartografias Inquietas. Naquela ocasião, o encontro assinalou um conjunto de contradições e conflitos na cidade de Porto Alegre que inquietavam acadêmicos e movimentos sociais. Foram apresentados os mapas das 350 Áreas Especiais de Interesse Social – AEIS (lugar dos pobres em Porto Alegre); o mapa dos Projetos Especiais (lugar do capital) aprovados no Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano Ambiental – CMDUA; o mapa das remoções de moradores atingidos por obras públicas e o mapa eleitoral do próprio CMDUA.

Na edição de 2019, miramos a memória, a rua e a alegria, como algumas das formas de perceber a vida pulsando na cidade. Que cartografia rabiscam? Que inquietações provocam?

Três convidados conduzirão os participantes por essa caminhada:

JORGE LUÍS STOCKER JR.
Arquiteto e Urbanista, Mestre em Planejamento Urbano e Regional e coordenador adjunto do ICOMOS -Núcleo Rio Grande do Sul.

ALEX CARDOSO
Catador de materiais recicláveis e graduando em Ciências Sociais na UFRGS.

FABIO LOPES DE OLIVEIRA
Professor, Licenciado em Geografia, mestrando em Geografia Urbana e ritmista de bloco de Carnaval.

QUANDO: Dia 05 de dezembro de 2019
ONDE: Chalé da Praça XV | Largo Glênio Peres | Centro Porto Alegre
HORA: 15 horas

17h30 – Comemoração do aniversário do Coletivo A Cidade Que Queremos.

Nesta edição contamos com o apoio do Observatório das Metrópoles – Núcleo Porto Alegre e ICOMOS – Núcleo Rio Grande do Sul.

O Coletivo A Cidade Que Queremos na Feira do Livro de Porto Alegre | 06/11/2019

O Coletivo a Cidade Que Queremos Porto Alegre inscreveu três atividades para serem realizadas ao longo da Feira do Livro de Porto Alegre, em 2019. A primeira delas aconteceu no dia 06 de novembro e propôs a reflexão sobre o cenário ambiental brasileiro em uma perspectiva crítica no que se refere às relações entre o agronegócio e o meio ambiente. A atividade contou com a participação de José Renato de Oliveira Barcelos (Advogado, membro do Coletivo Cidade que Queremos, conselheiro do Movimento Justiça Direitos Humanos (MJDH); Monica Meira, Doutora em Antropologia, pesquisadora e ativista em hortas comunitárias e agricultura urbana; e Roberto Rebés Abreu – Advogado.

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/1354646411377848/

Valdevir Both – Conselhos: defender e radicalizar a democracia (por LAPPACS)

Valdevir Both é doutorando em Filosofia pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos-UNISINOS. Mestre em Filosofia pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos-UNISINOS (2008). Graduado em Filosofia pelo Instituto Superior de Filosofia Berthier-IFIBE (1997) e licenciado em Filosofia pela Universidade de Passo Fundo-UPF (1998). Atualmente é Vice-Diretor Pedagógico e Professor do Instituto Superior de Filosofia Berthier-IFIBE e Coordenador Executivo do Centro de Educação e Assessoramento Popular-CEAP. Tem atuação e pesquisa em Direitos Humanos, Políticas Públicas, SUS, Saúde, Filosofia e Educação Popular.

Título: “Conselhos: defender e radicalizar a democracia” Fala proferida da abertura do I Seminário do Fórum Municipal dos Conselhos da Cidade, que teve como título “Conselhos municipais em ação: Fortalecendo a participação e as redes de solidariedade”. O seminário ocorreu na Escola de Enfermagem da UFRGS, nos dias 18 e 19 de outubro de 2019.

O evento foi organizado pelo Fórum Municipal dos Conselhos da Cidade e contou com o apoio do GPACE – Grupo de Pesquisa Associativismo, Contestação e Engajamento / UFRGS e do LAPPACS – Laboratório de Políticas Públicas, Ações Coletivas e Saúde/UFRGS. Participaram do evento professores e alunos de graduação e pós-graduação da UFRGS.

Debate “SEGREGAÇÃO RACIAL E A CIDADE” – Porto Alegre para quem?

O Coletivo A Cidade Que Queremos convida para o Debate “SEGREGAÇÃO RACIAL E A CIDADE“.Na semana em que Porto Alegre comemora 247 anos, seguimos perguntando: Porto Alegre para quem?
Participação especial:

MANOEL J. ÁVILA DA SILVAHistoriador formado pela UFRGS. Especialista em alfabetização e letramento. Foi coordenador da Assessoria Pedagógica de Relações Étnicas da Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre (2007 e 2011). É professor da Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre.  Atua com ênfase em História do Brasil República, História e Cultura Afro-brasileira e Africana e Educação para as Relações Étnico-raciais.
JOSÉ O. CATAFESTO DE SOUZAEtnoarqueólogo, pesquisador e professor motivado pelo desvelamento das alteridades originárias e pela produção de diálogos laterais com agentes e coletividades ameríndias e quilombolas rurais.Área de atuação: mbyá-guarani, arqueologia, etnoistória indígena, povos indígenas do Brasil meridional, alteridades originárias.
DATA: 27 de março de 2019HORA: 19 hLOCAL: Clube de Cultura

O Coletivo A Cidade Que Queremos – Porto Alegre convida para a Roda de Conversa “Pós-Verdade: uma dimensão crítica, ética e propositiva”. 

CCQQ_18dez18

O Coletivo A Cidade Que Queremos – Porto Alegre convida para a Roda de Conversa “Pós-Verdade: uma dimensão crítica, ética e propositiva”.  Como um fenômeno que influenciou Brexit, o Acordo de Paz na Colômbia, o Impeachment da Presidenta Dilma Roussef e as eleições nos Estados Unidos pode interferir nas lutas pela Cidade Que Queremos?

Na ocasião em que o CCQQ completa três anos de funcionamento em Porto Alegre, convida todos e todas para dialogar e refletir sobre este tema em sua última atividade de 2018. O Coletivo espera, assim, dar mais um passo junto com outros coletivos, movimentos e cidadãos nesta caminhada que é a luta por uma cidade justa, fraterna, coletiva, saudável e livre.

PÓS-VERDADE: UMA DIMENSÃO CRÍTICA, ÉTICA E PROPOSITIVA
Exposição por ANDRÉ GUERRA, mestre em Psicologia Social / UFRGS, bolsista de doutorado CAPES e um dos organizadores do livro “Psicologia, comunicação e pós-verdade” (Orgs. Pedrinho Guareschi, Denise Amon e André Guerra).

DATA: 18/12/2018
HORA: 19h
LOCAL: Clube de Cultura – Rua Ramiro Barcelos, 1853

PROMOÇÃO: Coletivo A Cidade Que Queremos – Porto Alegre

APOIO: Clube de Cultura  e  ABRAPSO – Associação Brasileira de Psicologia Social

O Coletivo A Cidade Que Queremos participou da Plenária de Defesa da Democracia e dos Direitos Humanos (Encontro Estadual da Abong RS)

Fonte: ABONG

Aconteceu no dia 09 de novembro de 2018, em Porto Alegre, a Plenária de Defesa da Democracia e dos Direitos Humanos, que reuniu Organizações e Movimentos Sociais gaúchos. A atividade fez parte da programação do Encontro Estadual da ABONG RS.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas e área interna

 

 

I Seminário Internacional e III Seminário Nacional: Agrotóxicos, Impactos Socioambientais e Direitos Humanos

Membros do Coletivo A Cidade Que Queremos – Porto Alegre participarão do I Seminário Internacional e III Seminário Nacional: Agrotóxicos, Impactos Socioambientais e Direitos Humanos, na cidade de Goiás (GO).

 

RODA DE CONVERSA 1
Agrotóxicos, transgênicos e impactos socioambientais

Generosa Sousa Ribeiro
Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB)

Carlos de Melo e Silva Neto
Instituto Federal de Goiás (IFG)
GT Agrotóxicos e Transgênicos ABA

Robson de Sousa Moraes
Núcleo de Agroecologia e Educação do Campo (GWATÁ)

Francco A. Neri de Souza e Lima
NEAST/UFMT

Débora Fernandes Calheiros
EMBRAPA/UFMT

Renato Barcelos
GT Agrotóxicos e Transgênicos ABA

Marianella Irigoyen
Advogada Especialista em Direito Ambiental/Equador

Leonardo Melgarejo
GT Agrotóxicos e Transgênicos ABA

Claudiomir Silva Santos
GEMA/IFSULDEMINAS

Alejandra Crespo
CODAPMA/Bolívia

Campanha Nacional em Defesa do Cerrado

Fórum Combate aos Impactos dos Agrotóxicos

María Isabel Cárcamo Pavez
RAPAL – Uruguay

Representantes Movimentos Sociais

 

O Coletivo A Cidade Que Queremos participa do 2º Congresso do Fórum Social – UFPEL

Fonte: UFPEL

UFPel realiza 2º Congresso do Fórum Social

forumsocial1

A Universidade Federal de Pelotas (UFPel) através de sua Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, promove entre os dias 12 e 14 de novembro o 2º Congresso do Fórum Social da UFPel. O evento terá como abertura a palestra “A Cidade que Queremos: pensando democraticamente a complexidade viva”, no Auditório Térreo do Campus II, às 18h, na segunda-feira (12). O Congresso é aberto a todos e os participantes serão certificados pelo evento.

O Fórum Social é um espaço de natureza participativa que tem por finalidade representar a comunidade civil organizada junto à UFPel. O objetivo da Universidade é, por meio do Fórum, acompanhar, assessorar e propor, junto às entidades, ações que contribuam para a melhoria da realidade social e para o pleno exercício da cidadania, no âmbito da nossa região.

No ano de 2018, o Fórum Social da UFPel realizou uma série de atividades discutindo temas de interesse das comunidades. Inicialmente, as reuniões ocorreram no auditório do Museu do Doce, local tradicional dos encontros do Fórum. Atualmente, as reuniões são realizadas mensalmente de forma itinerante nas comunidades a fim de intensificar a relação entre Universidade e comunidade. Nessa perspectiva, e com objetivo de elaborar um plano de trabalho para 2019, é que ocorre o 2º Congresso do Fórum Social da UFPel.

forumsocial2

Confira a programação do evento:

12/11/18
Local: Auditório Térreo do Campus II UFPel
18h – Palestra de Abertura: “A Cidade que Queremos: pensando democraticamente a complexidade viva” – Palestrante: Me. José Renato Barcelos.

13/11/18
Local: Auditório Térreo do Campus II UFPel
18h – Mesa Temática: “Discussão da atuação da UFPel nas áreas de Comunicação, Direitos Humanos, Cultura e Educação”.
19h30min – Mesa Temática: “Discussão da atuação da UFPel nas áreas de Saúde, Meio Ambiente, Tecnologia e Produção, Trabalho”.

14/11/18
Local: Associação Inova Guabiroba, bairro Guabiroba.
14h – Integração UFPel e Comunidade: Ação artístico-cultural.

As inscrições podem ser feitas através deste link e são gratuitas.

Para mais informações, acesse o site do Fórum ou faça contato pelo e-mail  forumdeextensaoecultura@gmail.com.